1. Quanto tempo dura o vírus da gripe suína em uma superfície lisa?
R: Até 10 horas.

2. Qual é a utilidade do álcool para limpar as mãos?
R: Torna o vírus inativo e o mata.

3 . Qual é o meio mais eficaz de infecção deste vírus?
R: O ar não é a forma mais eficaz para a transmissão do vírus, o fator mais importante para a fixação do vírus é a umidade, (mucosa do nariz, boca e olhos), o vírus não voa e não atinge mais de um metro distância.É transmitido de pessoa para pessoa através de tosse, espirro ou contato direto com as secreções de um caso suspeito ou confirmado.

4. É fácil se contagiar em aviões?
R: Não, é um meio pouco propício para contágio.

5 . Como posso evitar o contágio?
R: No levar as mãos ao rosto, olhos, nariz e boca. Não ficar perto de pessoas doentes. Lavar as mãos mais de 10 vezes por dia.

6. Qual é o período de incubação do vírus?
R: Em média 5 a 7 dias e os sintomas aparecem quase que imediatamente.

7 . Quando se deve começar a tomar medicação?
R: Dentro de 72 horas depois do diagnóstico é muito bom, a melhora é de 100%.

8 . De que forma o vírus entra no corpo?
R: Pelo contato, ao dar as mãos ou beijar na bochecha e pelo nariz, boca e olhos.

9 . O vírus é letal?
R: Não, o que provoca a morte é a complicação da doença causada pelo vírus, que é pneumonia.

10 . Quais os riscos dos familiares de pessoas que morreram?
R: Podem ser portadores e formar uma cadeia de transmissão.

11 .A água nas piscinas transmite o vírus?
R: Não, porque contém químicos e cloro.

12 .O que faz o vírus quando provoca a morte?
R: Uma cascata de reações, tais como insuficiência respiratória; a pneumonia grave é a que causa a morte.

13.Quando se inicia o contágio,antes ou até que os sintomas aparecem?
R: Desde que se tem o vírus, antes dos sintomas.

14 .Qual é a probabilidade de recaída com a mesma doença?
R: 0%, pois a recaída imuniza o vírus da gripe “suina”.

15 .Onde é que se encontra o vírus no ambiente?
R: Quando uma pessoa espirra ou tosse, o vírus pode permanecer nas superfícies lisas, como portas, dinheiro, papéis, documentos, desde que haja umidade. Desde que não se esterilize o ambiente é extremamente recomendável a higiene das mãos.

16 . Se eu for a um hospital particular vão me cobrar pelo remédio?
R: Não, existe um acordo de não cobrar porque o governo está entregando os remédios a todas as instituições de saúde públicas e privadas.

17 . O vírus ataca mais os asmáticos?
R: Sim, os pacientes são mais suscetíveis, mas tratando-se de um novo germe todos nós somos igualmente suscetíveis.

18 .Qual é a população estária que este vírus está atacando?
R: De 20 a 50 anos de idade.

19 . É útil cobrir a boca?
R: Há algumas máscaras de boca de mais qualidade que outras, mas se você for saudável é contraproducente, pois o vírus por seu tamanho atravessa a máscara como se ela não existisse e usando-a cria-se na área do nariz e boca um micro clima úmido propício ao desenvolvimento viral; mas se você já está infectado use-a para NÃO infectar outras pessoas; é relativamente eficiente.

20 . Posso fazer exercício ao ar livre?
R: Sim, o vírus não anda no ar e nem tem asas.

21 . Tomar Vitamina C serve para alguma coisa?
R: Não serve de nada para prevenir o contágio deste vírus, mas ajuda a resistir seu ataque.
22 . Quem está a salvo desta doença ou quem é menos suscetível?
R: A salvo ninguém está, o que ajuda é a higiene dentro de casa, escritórios, utensílios e evitar ir em locais públicos.

23 . O vírus se move?
R: Não, o vírus não tem asas nem pernas, uma pessoa contaminada o faz entrar no interior do organismo.

24 . Os animais de estimação se contagiam com o vírus?
R: Com este vírus NÃO, provavelmente se contagiam com outro tipo de vírus.

25 . Se eu vou a um velório de alguém que morreu deste vírus posso infectar-me?
R: NÃO.

26 . Qual é o risco de mulheres grávidas contrair este vírus?
R: As mulheres grávidas têm o mesmo risco, mas é em dobro, elas podem tomar antivirais em caso de contágio mas com rigorosa supervisão médica.

27 . O feto pode ter lesões se uma mulher grávida estiver contagiada por este vírus?
R: Não sabemos que estragos pode fazer no processo, pois é um vírus novo.

28 . Posso tomar ácido acetilsalicílico (aspirina)?
R: Não é recomendado, pode causar outras doenças, a menos que você já o utiliza por prescrição médica para problemas coronários, nesse caso, continue tomando-o.

29 . Ajuda alguma coisa tomar antivirais antes dos sintomas?
R: Não ajuda em nada.

30 . As pessoas com HIV, diabetes, aids, câncer, etc., podem ter maiores complicações do que uma pessoa saudável quando se contagia com o vírus?
R: Sim.

31 . Uma gripe convencional forte pode se converter em influenza?
R: NÃO.

32 . O que mata o vírus?
R: O sol por mais de 5 dias no meio ambiente, o sabão, os antivirais, o álcool gel.

33 . O que fazem nos hospitais para evitar contágios em outros pacientes que não têm o vírus?
R: O Isolamento.

34 . O álcool gel é eficaz?
R: Sim, muito eficaz.

35 . Se eu sou vacinado contra a gripe da estação estou segura contra este vírus?
R: Não serve para nada, ainda não há vacina para este vírus.

36 . Este vírus está sob controle?
R:Não totalmente, mas as autoridades da saúde estão tomando medidas agressivas de contenção.

37 . O que significa passar do alerta 4 ao alerta 5?
R: A fase 4 faz as coisas diferentes na fase 5; isso significa que o vírus se propagou de pessoa a pessoa em mais de 2 países, e a fase 6 é que se propagou em mais de 3 países .
38 . Quem foi infectado por este vírus e se cura, fica imune?
R: Sim.

39.As crianças com tosse e gripe têm influenza?
R: É pouco provável, as crianças são pouco afetadas.

40 . Quais as medidas que as pessoas que trabalham devem tomar?
R: Lavar as mãos várias vezes ao dia.

41 . Eu posso me contagiar ao ar livre?
R: Se há pessoas infectadas e que tossem ou espirram sim, pode acontecer, mas o ar é um meio de pouco contágio.

42 . Pode-se comer carne de porco?
R: Sim, pode e não há nenhum risco de contágio.

43 . Qual é o fator determinante para saber se o vírus já está controlado?
R: Embora a epidemia esteja controlada agora, no inverno boreal (hemisfério norte) pode

44 .Quais são as pessoas consideradas de risco para complicações?
Crianças com idade inferior a 2 anos ou imuno-comprometidas ou portadoras de doenças crônicas como diabetes, cardiopatias, pneumopatias e doenças renais.retornar e ainda não haverá vacina.

45. Quais são as medidas gerais para prevenir a transmissão e a aquisição da doença?
Higienizar frequentemente as mãos com água e sabonete, principalmente após espirrar ou tossir, evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies, proteger a boca e o nariz com lenços descartáveis ao tossir ou espirrar. Os indivíduos com sinais e sintomas de gripe devem evitar o contato com pessoas suscetíveis e evitar permanecer em aglomerações e ambientes fechados

Fonte : Laboratorio Novartis, Ministério da saúde boletim informativo aos trabalhadores da saúde.




Hospitais de referencia Atualizado!


São 55 os hospitais de referência (veja lista abaixo) que já foram mobilizados pelo Ministério da Saúde e secretarias municipais e estaduais para atender eventuais casos humanos de gripe suína no Brasil.

Disque Saúde

Atendentes do Disque Saúde do Ministério da Saúde foram treinados para tirar dúvidas da população sobre a doença. O número é o 0800-61-1997.

Hospitais de referência:

AC
Hospital Geral das Clínicas de Rio Branco (Rio Branco)

AL
Hospital Escola Dr. Helio Auto (Maceió)
Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (Maceió)

AM
Fundação de Medicina Tropical (Manaus)

AP
Hospital de Clínicas Doutor Alberto Lima (Macapá)

BA
Hospital Otávio Mangabeira (Salvador)

CE
Hospital Universitário Walter Cantídio (Fortaleza)
Hospital São José de Doenças Infecciosas (Fortaleza)

DF
Hospital Regional da Asa Norte (Brasília)

ES
Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes (Vitória)

GO
Hospital de Doenças Tropicais (Goiânia)
Hospital Materno Infantil (Goiânia)

MA
Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (São Luiz)

MG
Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (Belo Horizonte)
Hospital Eduardo de Menezes (Belo Horizonte)

MS
Santa Casa de Misericória de Campo Grande (Campo Grande)

MT
Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (Cuiabá)

PA
Hospital Universitário João de Barros Barreto da Universidade Federal do Pará (Belém)

PB
Hospital Universitário Lauro Wanderley (João Pessoa)

PE
Hospital Universitario Oswaldo Cruz (HUOC) da Universidade do Estado de Pernambuco (Recife)

PI
Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela (Teresina)

PR
Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (Curitiba)
Hospital Universitário Regional do Norte do Paraná da Universidade Estadual de Londrina (Londrina)
Hospital Ministro Costa Cavalcanti (Foz do Iguaçu)
Hospital de Trabalhador da Secretaria Estadual de Saúde (Curitiba)

RJ
Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (Rio de Janeiro)
Hospital Universitário Dr. Pedro Ernesto (Rio de Janeiro)
Hospital Central Iaserj (Rio de Janeiro)
Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas (Rio de Janeiro)

RN
Hospital Gizelda Trigueiro (Natal)

RO
Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Porto Velho)

RR
Hospital Geral de Roraíma (Boa Vista)

RS
Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (Pelotas)
Hospital Nossa Senhora da Conceição (Porto Alegre)
Hospital de Clínicas de Porto Alegre, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Porto Alegre)
Hospital Universitário de Santa Maria (Santa Maria)
Hospital Geral de Caxias do Sul (Caxias do Sul)
Associação Hospitalar Beneficiente São Vicente de Paulo (Passo Fundo)
Hospital Santa Casa de Uruguaiana (Uruguaiana)
Associação de Caridade Santa Casa do Rio Grande (Rio Grande)

SC
Hospital Nereu Ramos (Florianopolis)
Hospital Infantil Joana de Gusmão (Florianopolis)
Hospital Regional Lenoir Vargas Ferreira (Chapecó)

SE
Hospital de Urgência de Sergipe Governador João Alves Filho (Aracaju)

SP
Hospital das Clínicas da Unicamp (Campinas)
Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP (Ribeirão Preto)
Hospital de Base da Fundação Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (São José do Rio Preto)
Hospital São Paulo da Universidade Federal de São Paulo (São Paulo)
Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de São Paulo (São Paulo)
Hospital de Infectologia Emilio Ribas (São Paulo)
Hospital Estadual Américo Brasiliense (Araraquara)
Hospital Estadual de Bauru (Bauru)
Hospital Guilherme Álvaro (Santos)
Hospital das Clínicas da Faculdade deMedicina da Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" (Botucatu)

TO
Hospital Geral de Palmas Doutor Francisco Aires (Palmas)

Conheça o blog do Adler clique e visite!
PhotobucketCorrendo Pulando Crescendo Photobucket





Photobucket

date 31 de julho de 2009

2 comentários to “Perguntas e Respostas gripe AH1N1?”

  1. Angélica
    31 de julho de 2009 22:37

    Parabéns pelo post Rosária! Maravilhoso!!!! Até seria bom enviar para os grupos, para informar as pessoas. Pois a mídia passa muitas informações confusas. A recém agora estou colocando em dia os comentários e vi um seu dizendo que adora a Marion Zimmer Bradley, também sou viciada nos livros dela! É a minha escritora preferida, tb faço coleção! Agora mesmo mandei vir o Incêndio de Tróia e a Casa da Floresta através do Trocando Livros (http://www.trocandolivros.com.br). Muitooo bom esse site não sei se conheces, tem muita raridade! Já troquei com o pessoal dois livros. Beijinhos, boa noite!!

  1. мα∂αℓєηα
    16 de agosto de 2009 16:38

    Muito bom!! Parabéns pelo post!!! Gostei muito do blog também :)

    Beijinhos :)

gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

wibiya widget