Photobucket

Gente todo dia eu tento blogar e todo dia não dá certo rss o Google trocas meu grupo querido me prende fico horas lendo as coisas lindas e fofas que os sócios me mandam sem contar que sou uma das moderadoras e moderar dá um trabalho imenso, é gente chegando, gente com duvida, as vezes fico completamente perdida, ainda bem que tenho a minha amiga Morgana pra dar um força.

Mas vamos lá hoje vou deixar uma dica de livro, faz tempo que não deixo nada.
Minha indicação é para o livro DEIXE-ME VIVER - Livro de Luiz Sérgio, psicografado por Irene Pacheco Machado.

Mostra-nos Luiz Sérgio neste livro, em linhas cruas e dolorosas, o tormento por que passa um abortado; as consequências desastrosas para os que praticam o aborto, seja na qualidade de pacientes, sejam na de indutores, executantes ou suas equipes.


Vou deixar aqui uma canção que o livro traz..

Quando alcancei o jardim, um grupo de abortados cantavam esta canção;
"Não me mate não,
Não me mate não
Preciso viver,
Preciso viver
Dê-me sua mão,
Mãezinha.
Por que não me queres?
Sou tão pequeno...
Preciso tanto
Do seu ventre de mulher ...
Não me mate não,
Deixe-me viver,
Sou um pedaço do seu ser.
Tudo me parece noite,
Não me faça sofrer.
Por que me queres maltratar?
Só quero nascer
Venha me ajudar.
Estou cansado
De chamar o seu nome.
Só quero ficar ao seu lado,
Mãezinha.
Minha estrela polar
ilumine o meu cajado
Na bondade do seu olhar
Não deixe ninguém me matar,
Me abrigue em seu lar,
Mãezinha."


O que diz o livro dos espíritos sobre o aborto?
P-358: O aborto provocado é um crime, qualquer que seja a época da concepção? R: - Há sempre crime, quando se transgride a Lei de Deus. A mãe, ou qualquer outra pessoa, cometerá sempre um crime ao tirar vida à criança antes de seu nascimento, porque isso é impedir a alma de passar pelas provas de que o corpo devia ser instrumento.
P-359: No caso em que a vida da mãe estivesse em perigo pelo nascimento da criança, haveria crime em sacrificar a criança para salvar a mãe? R: - É preferível sacrificar o ser que não existe a sacrificar o que existe.
"Lembrai-vos de que a cada pai e a cada mãe perguntará Deus: Que fizestes do filho confiado à vossa guarda?"
E o que responderá aquele que praticou o aborto?
– Eu matei meu próprio filho...


baixe o livro aqui!

http://www.esnips.com/doc/0917ed67-1f23-449f-bcfd-3b736a4a0422/Deixe-me_Viver__Irene





Photobucket

date 20 de outubro de 2009

0 comentários to “Deixe-me viver”

gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

wibiya widget