Photobucket

Exausta.. é a palavra que me define no momento.
Mas vamos começar do começo pra que todos entendam os fatos ocorridos, na segunda feira da semana passada meu filho acordou sentindo uma dorzinha na perna esquerda, a princípio pensei que ele houvesse caído ou batido em algum lugar coisa bem comum, ele foi pra escola normalmente, a tarde fomos trocar as lentes do óculos dele que aumentou de 1,5 pra 2.0 graus, passamos no consultório do oftalmo pra ele ver os óculos, depois fomos passear num parque japonês lindo que tem aqui no bairro, ele estava bem, a dor foi aumentando a ponto dele não conseguir colocar o pé no chão pra andar, imediatamente, levamos a um hospital especializado em ortopedia, lá foram pedidos exames de rx, que não constataram nada, então os médicos solicitaram um hemograma e uma ultra-som de urgência, pra ser feito no outro dia.


O problema é que no hospital não faziam esses exames, porque ao lado tem um laboratório enorme que faz, só que não tinha vaga para o outro dia, tive que travar uma guerra pra conseguir fazer tão rápido tudo, mas enfim, consegui,um encaixe na clinica do dr Paulo Wirmann , local onde faço meus controles de mamografia , fizemos os exames e imediatamente levei os resultados para o médico e ele constatou que havia muito liquido na região do quadril, levando -o a crer que seria uma sinovite transitória de quadril, porém como a dor era intensa ele começou a suspeitar que poderia ser doença de Legg-Calvé-Perthes, pra tirar a dúvida ele pediu uma ressonância magnética de urgência, que fizemos no domingo, sob muitos protestos do meu filhote que ficou apavorado com o tamanho e o barulho da máquina, também receitou um medicamento para a dor e com isso o Adler foi voltando os movimentos da perna.


Porém de ontem pra cá a dor começou de novo, levei ele ao médico hoje pra vermos o resultado da ressonância e mais uma vez o resultado foi inconclusivo, resumindo não é doença de Legg Calvé Perthes, mas também não se sabe o que é, porque o resultado também foi inconclusivo pra sinovite, e como o médico não sabe o que é ele simplesmente me pediu pra voltar amanhã pra conversar com um ortopedista especializado em pediatria. Nessa hora eu quase pirei né, afinal meu filho sente dores e os remédios já não estão fazendo mais efeitos, Liguei pra pediatra dele a Drª Hissame uma profissional muito renomada, e ela conseguiu uma consulta pra hoje tarde com um ortopedista especializado amigo dela, pra que esperar pra amanhã se eu posso resolver hoje né? Preciso de uma luz... enfim daqui a pouco vamos ao consultório deste outro médico pra sabermos a opinião dele.. e tentarmos por um fim nesse dilema, já fizemos uma avaliação na coluna dele, também não tem nada que explique essa dor e a dificuldade de andar ..amanhã eu conto o resto.. obrigado pelas orações e desejo de melhora. Que Deus abençõe todos vcs!


Photobucket

date 27 de maio de 2009

3 comentários to “Voltando aos Poucos”

  1. Mary
    27 de maio de 2009 17:46

    viu?você mais do que nunca sabe que Eles lá em cima,as vezes mandam umas coisas assim,meio ao acaso para mudar nosso rumo né?acaso?hum..talvez não!Não cai uma folha por acaso,mas o importante é que tudo está se resolvendo..Meu desejo é que os Deuses inspirem os medicos a uma solução!mil beijos..em você e no Adler!

  1. Mic
    4 de janeiro de 2010 04:26

    Puxa! Foi procurando sobre a doença de meu filho que o google puxou teu blog... Legg Calve Perthes, ando tao triste, tao triste... mas encontrei algumas palavras de conforto no teu blog, palavras de Deus... palavras de perseverança... preciso, sou uma mãe que tambem ama muuuito e está com o coraçao apertado, apertado... preciso de um pedacinho de teu otimismo... ainda, meu figado tambem pediu uma biópsia há duas semanas atraz! Obrigado por me deixar desabafar e abraço!

  1. Clarinha
    20 de março de 2012 17:11

    Rosa, adoreiii seu blog! Vc é mesmo sensacional amiga!
    Beijos...adoro você.

gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

wibiya widget